domingo, 24 de julho de 2016

Autoestima: você sabe o que te nutre?

Autoestima = sentimento de carinho, afeto ou de admiração em relação a si próprio 

Cotidianamente trabalho essa questão no consultório. Ao longo da vida, somos tão acostumados a agradar ao outro como forma de conseguir amor e reconhecimento, que vamos deixando de saber como agradar a nós mesmos. E quando não sabemos como nos preenchermos e nos darmos prazer, amor e reconhecimento, vamos seguindo cada vez mais dependentes do amor e reconhecimento alheio.

É um círculo vicioso que precisamos aprender a reverter. Quanto mais nos esforçamos para buscar nosso preenchimento através do amor, presença e consideração do outro ao nosso redor, mais estamos passando uma mensagem para nosso EU mais verdadeiro: "você não vale nada, o outro é mais importante que você". Ora, se eu não dou valor ao que meu EU mais profundo quer/diz/é, quem dará valor??

Com isso, nosso EU vai se sentindo cada vez mais inseguro e não suficiente e portanto, vai se esforçando cada vez mais para ser o que não é, entendendo que é o que precisa ser feito para agradar ao outro e assim obter amor, atenção, reconhecimento....

Como virar o jogo? Aprendendo o que me nutre, o que me dá prazer, o que me dá aquele sentimento gostoso de "yes", consegui, eu posso, fui lá e fiz! Que me faz olhar no espelho e sentir admiração, carinho, respeito, estima por mim mesmo!

Mas como saber o que me nutre? Experimentando. E sentindo. E aprendendo.

A voz interior - aquela vozinha que fala em cada um de nós, baixinho no início, quase um susurro... - sempre tem um sonho, uma dica, uma vontade, um pensamento, uma outra versão de nós mesmos imaginada, quase secreta... pois basta ter coragem de dar vazão a essa voz, aos poucos, em pequenos gestos, atitudes, movimentos que nos dê prazer, nos preencha de sensações, pensamentos e sentimentos agradáveis, "quentinhos" para o nosso coração...

Fazer uma aula de pintura? dançar? experimentar uma receita nova? aprender um novo assunto por exemplo? fazer algum curso? meditar? comer mais frutas? caminhar mais? anotar seus sonhos e aprender com eles? uma tatuagem nova? realizar um projeto novo? renovar seu quarto? fazer uma exfoliação (com aveia é ótima!)/hidatação? costurar? começar yoga? 

O que te dá prazer? 

Pequenos gestos de carinho e nutrição consigo é que vão reverter a direção da energia e fazer girar o círculo, não mais vicioso, dependente e carente... mas virtuoso, energético, alegre, amoroso para si e para o outro... que é o que de mais lindo acontece quando estamos preenchidos, acarinhados, felizes... damos mais para o mundo!

Alguém aí já viu uma pessoa feliz maltratar alguém? Sabe aquele dia que acordamos diferentes, alegrinhos e preenchidos de amor?? Não é que damos um sorriso fácil para aqueles que encontramos e seguimos nosso dia espalhando amor e harmonia? 

Por isso, aprender o que nos nutre, nos deixa feliz de verdade é tão fundamental para a nossa vida como para a vida de todos ao nosso redor... A cada gesto de carinho e atenção conosco, nosso EU se fortalece, se expande e se encoraja. 

E assim, conforme vamos andando pela vida com a autoestima em dia, mais atenção, carinho e reconhecimento damos e recebemos! :)

Já se nutriu hoje?

2 comentários:

  1. Amei o post!
    Interessante que diz que dar e deixar receber carinho seja uma via de mão dupla. Quanto mais autoestima temos, mais ajudamos o outro a ter. Um círculo virtuoso. Faz todo o sentido!
    Gi Zardini

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Gi! Que bom receber seu comentário! Interessante pensarmos assim né? <3

      Excluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...